Utawarerumono: Mask of Truth – Review

Utawarerumono: Mask of Truth chega ao PlayStation Vita e PlayStation 4 lançado pela Atlus quatro meses após Mask of Deception e continuando a história do primeiro game, misturando Visual Novel e um sistema de batalhas táticas, melhorando ainda mais o que foi seu antecessor e dando um final ao enredo do game.

O primeiro jogo terminou deixando algumas pontas soltas, fazendo com que Mask of Truth seja orbigatório para aqueles que tem pavor de deixarem as coisas feitas pela metade, e também para os fãs da franquia que acompanhar a série desde seus primórdios no PC.

Logo no início o jogador já será apresentado aos primeiros protagonistas da série, onde a parte de visual novel poderá desanimar alguns jogadores que não são muito fãs desse estilo mas que gostam e querem chegar logo as batalhas e que obrigatóriamente terão que assistir tudo ou então pular para o final das cenas, assim perdendo alguns pontos do enredo, mesmo que esse vá ficar mais intenso apenas com o decorrer da história, se resumindo a um pouco de fan service no início.

Além da parte de visual novel, que tem sua importância para aqueles que querem entender tudo do jogo, os combates também receberam atenção maior nesta sequência, fazendo o mesmo ser mais interessante. Se comparado ao primeiro jogo, os combates em si em Mask of Truth trazem poucas diferenças no início, mostrando uma interface um pouco diferente do visto em seu antecessor.

Os jogadores que gostam de um RPG tático, serão agraciados com um bom combate que poderá agradar aqueles que preferem batalhas mais demoradas e que precisam de um pouco de raciocínio para serem resolvidas com sucesso, pois as condições mudam de uma batalha para a outra. Os combates podem ser feitos em grupo ao avançar a história, utilizando ataques em conjunto para ter uma chance maior de vitória contra os oponentes mais poderosos.

Utawarerumono: Mask of Truth traz um final digno para a série, entretendo tanto aqueles que são fãs de Visual Novel e também de RPGs, trazendo um jogo em sua totalidade como uma sequência de Mask of Deception mudando poucas coisas porém mantendo a essência da franquia e sendo obrigatório para aqueles que assistiram o anime e também jogaram os primeiro jogo de Utawarerumono.

Pontos Fortes

  • História
  • Combates Melhorados e com maior importância

Pontos Fracos

  • Pouco amigável com aqueles que desconhecem a franquia

Utawarerumono: Mask of Truth

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WordPress Lightbox Plugin
Pular para a barra de ferramentas