Uma Alternativa para Mario Kart 8 DX? – All-Star Fruit Racing – Review

All-Star Fruit Racing pode agradar fãs de kart games, menos no Nintendo Switch.

Desde a época do Super Nintendo, após o sucesso do Mario Kart original, diversos games tentam repetir a fórmula do game da Big N e abocanhar uma fatia de mercado. Adicionam um coisinha aqui, mudam uma temática ali, mas no fundo todos querem ser Mario Kart.

Alguns até alcançam algum sucesso e são competentes na sua proposta, como Sonic All-Star Racing (Transformed), principalmente em plataformas como consoles Playstation, Xbox e PC. Mas há um componente que tanto Sonic Racing quanto Mario Kart compartilham, e que a grande maioria dos outros peca: carisma dos personagens.

Pois bem, All-Star Fruit Racing os personagens representam frutas. FRUTAS. Isso é bom? Tem apelo? Talvez. Mas e o background dos personagens? Suas origens, sua história… como fazer um gamer simpatizar com um personagem nesse contexto? Tudo bem, para um game de corrida casual isso pode não ser tão relevante, mas no final, já coloca All-Star Fruit Racing em outra prateleira.

Vamos então tratar o game com menos peso, menos expectativa (por enquanto). All-Star Fruit Racing entrega um kart racing muito bonito, com visuais coloridos, especiais criativos e jogabilidade fluída. As corridas são bastante disputadas, há uma grande diversidade de pistas, e um longo modo carreira. A experiência é divertida e muito bem executada em todas as plataformas… exceto no Nintendo Switch.

Justamente no console da Nintendo, que tem como uma de suas bandeiras o famoso Mario Kart 8 DX, é que All-Star Fruit Racing deixa a desejar como jogo. Não estou falando de aspectos secundários como carisma e apelo, mas sim de performance. A versão de Switch é a ÚNICA que não roda a 60fps, e sendo sincero, fica abaixo dos 30 em boa parte das corridas. E aí há algumas coisas a ponderar.

Não é segredo nenhum que o Nintendo Switch é menos poderoso que os demais consoles desta geração, e portanto já esperávamos haver uma diferença gráfica. O problema é que além de rodar com uma resolução baixíssima, e que acaba prejudicando o belo visual do game, a performance é sofrível. Além disso os loadings são extremamente longos.

Mesmo sem poder apontar qual tipo de dificuldade os desenvolvedores tiveram para portar o game para o Nintendo Switch, fica claro que o trabalho de otimização deixou a desejar. E para uma plataforma que já conta com pelo menos um concorrente de peso, fica difícil recomendar esse game para donos do Nintendo Switch. Já para as demais plataformas, vale a pena dar uma conferida.

previous arrow
next arrow
Slider

Pontos positivos
  • Dicas sobre frutas durante Loadings
  • Corridas disputadas
  • Apresentação colorida
Pontos Negativos
  • Faltou carisma para ser um game de respeito
  • A versão de Nintendo Switch é sofrível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WordPress Lightbox Plugin
Pular para a barra de ferramentas