Pro Evolution Soccer 2019 – Review

A Konami lançou em 28 de Agosto a nova versão de Pro Evolution Soccer 2019 que está disponível para PlayStation 4, Xbox One, Windows, além de uma versão mobile para os sistemas Android e iOS. Diversos modos de jogo retornam para a nova sequência de PES como os viciantes MyClub e Master League, contando também com a adição de novas licenças de campeonatos ao redor do mundo.

Neste ano a Konami perdeu a licença dos campeonatos de clubes da UEFA (Champions League, Europa League e Super Cup) após quase uma década para o seu maior rival FIFA, porém adicionou nove novos campeonatos totalmente licenciados à sua lista com destaque para os nacionais da Bélgica, Turquia e Rússia.

Os campeonatos mais importantes do mundo também estão presentes no jogo, porém por mais um ano quase todos os times (com exceção dos que negociaram com a Konami) estão com nomes e emblemas totalmente genéricos, onde apenas os nomes de jogadores são disponibilizados com fidelidade. Acostume-se a jogar com Cristiano Ronaldo no PM BLACK WHITE. Apesar de possuir poucas ligas, a companhia japonesa promete adicionar mais ligas licenciadas durante o ano.

O popular modo MyClub volta este ano totalmente repaginado e possui novidades na forma como os jogadores são dados. O jogador pode receber GP (a moeda do jogo) em todos os modos para que possa utilizar esse dinheiro na compra de novos jogadores para o myClub, porém são necessários muitos esforços para juntar a quantia necessária para gastar em algo útil, o que nos dá a impressão de que é preciso jogar muitas horas ou então gastar dinheiro real para comprar os jogadores que o nosso time precisa para enfrentar os adversários on-line.

A jogabilidade de PES 2019 foi muito melhorada em relação aos últimos anos e é o ponto que mais merece destaque em tudo o que foi visto, indo desde a física da bola, passando por como os jogadores reagem em campo a cada situação e também o contato entre ambos. Os passes e chutes podem parecer um pouco confusos para quem veio do FIFA mas leva apenas alguns jogos para pegar as manhas e também aprender mais sobre os passes manuais que poder ser executados em uma situação em que o passe normal seria impossível.

Outro recurso que retorna este ano é a possibilidade de criar seu próprio Option File, que nada mais é que a chance do jogador criar a sua própra liga personalizada, o que permite que aquelas ligas que não são atualizadas pela Konami sejam moldadas de acordo com a vontade do player. Diversos Option Files podem ser encontrados na internet e transferidos com facilidade para um pen drive e enviados para o jogo.

PES 2019 continua por mais um ano tentando chegar ao topo dos jogos de futebol virtual porém ainda esbarra em alguns pontos que são cruciais para o sucesso, como ligas totalmente licenciadas, um online robusto e competitivo, assim como novidades constantes. O primeiro passo parece ter sido dado pela Konami rumo ao sucesso, começando com sua jogabilidade renovada e divertida.

Pontos Fortes:

  • Jogabilidade melhorada

  • Sistema de colisões

  • Times Brasileiros

Pontos Negativos:

  • Poucos campeonatos licenciados

  • Interface confusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WordPress Lightbox Plugin
Pular para a barra de ferramentas