Life is strange 2 – review

Clima pró-Trump de 2016 dá o tom do jogo

Voltando da escola com sua amiga, Lyla, você se prepara para a grande festa que terá a noite. Expectativas a mil, a chance de ficar com a garota dos seus sonhos, a promessa de uma amizade eterna.  Após realizar os preparativos para a festa, um incidente acaba por pôr um fim aos seus planos, e dar início a sua jornada em Life Is Strange 2.

E isso é tudo o que será dito sobre a história do jogo, para evitar qualquer spoiler afinal, a narrativa é o grande chamariz aqui. Não falando sobre a história em si, mas sobre sua ambientação, posso dizer que Life Is Strange 2 se passa em 2016, antes da eleição do atual presidente norte americano Donald Trump. O jogo faz questão de deixar isso bem evidente, e tão logo pode, traz a tona em sua narrativa, questões xenófobas, como racismo, preconceito e até mesmo truculência policial. Em um cenário político mundial onde a extrema direita vem ganhando mais força, Life Is Strange 2 não se reserva o direito de se mostrar contra esta ideologia.

A jogabilidade do jogo segue o atualmente clássico esquema de controle, onde você movimenta o personagem pelo cenário com o analógico esquerdo, enquanto o direito serve para “mirar” a atenção do personagem aos pontos passíveis de interação pelos cenários. Os botões de face X, quadrado, bolinha e triângulo servem para interagir de diferentes formas com estes pontos, além de escolher a resposta para os diálogos. O R2 lhe permite correr em determinados locais de exploração. O L1 procura por Daniel, e junto do X faz com que seu personagem o chame quando ele não estiver à vista. O R3 recentraliza a câmera, e o L3 muda ela de ombro do personagem.O direcional digital fica com os botões para esquerda e direita responsáveis por exibir ou ocultar seu inventário, enquanto o touchpad quando clicado abre sua mochila.

Na arte gráfica, Life Is Strange 2 continua competente como seu antecessor. Possuindo gráficos estilizados e não puxados para o fotorrealismo. Onde o jogo se sobressai nesse quesito é nos seus cenários, principalmente na vegetação, criando belíssimas paisagens.

A trilha sonora do jogo cumpre seu papel, e muito bem. Trabalhando com o tema principal, tocando em momentos chave dentro do jogo e fazendo assim com que o mesmo fique registrado na memória. A dublagem dos personagens é outro ponto a ser ressaltado no jogo. Todos os personagens têm excelentes dubladores, e nenhum deles soa canastra, ou forçado.

Com seu primeiro episódio – de um total de cinco -, Life Is Strange 2 mostra seu potencial, dando aos jogadores aquele gostinho de quero mais, além da curiosidade de saber como a história vai prosseguir, e no que suas ações irão influenciá-las. Mas se jogos mais focados na narrativa não forem a sua praia, não se arrisque. Life Is Strange 2 ainda não é o título que vai te converter.

Prós:

  • História Intrigante
  • Ambientação Imersiva
  • Cenários com belas paisagens

Contra:

  • Pouca exploração

O vídeo a seguir pode conter SPOILERS do jogo

Life Is Strange 2 teve seu primeiro episódio lançado dia 28 de Setembro para PlayStation 4, Xbox One e Steam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WordPress Lightbox Plugin
Pular para a barra de ferramentas