God Wars: Future Past – Review

O RPG tático God Wars: Future Past foi lançado em junho pela Kadokawa Games para os consoles PlayStation 4 e PlayStation Vita, trazendo um pouco da nostalgia de jogos em que as batalhas ocorrem por turnos e aliado com a mitologia japonesa em que deuses se fazem presentes durante a jogatina.

O jogo começa com um pequeno tutorial na forma de batalhas, em que o jogador controla Kintaro e seu parceiro Kuma, tendo que derrotar todos os guardas do cenário para concluir com sucesso o primeiro desafio do jogo.

O desenvolvimento do jogador é o destaque de God Wars, devido às incontáveis armas, armaduras e skills que podem ser escolhidos durante o jogo, além de também poder escolher o job (classe) de cada um de seus heróis e também havendo a possibilidade de atribuir mais um job para o mesmo personagem, dando assim a chance de criar um warrior que além de seus ataques físicos, também poderá dar cura para os seus aliados ou então utilizá-lo com mágias de ataque.

As possibilidades de customização de classes são quase infinitas, podendo direcionar a evolução dos personagens da forma que for mais conveniente para o jogador e para a party.

As batalhas são no estilo RPG por turnos e são de certa forma demoradas conforme a história progride e inimigos mais fortes são enfrentados, o que poderá desagradar aqueles que não possuem paciência para ficar mais de 10 minutos para eliminar o boss do cenário.

Uma das coisas que deixaram má impressão foram as cutscenes que apesar de serem dubladas em japonês, não possuem legendas em inglês, impedindo aqueles que não dominam o idioma de entender o que está se passando durante as cenas.

O ponto forte do jogo fica para a sua extensa lista de aprimoramentos tanto na parte de armadura e armas, quanto para a possibilidade individual dos personagens de se desenvolverem durante todo o game, possuíndo para isso mais de 500 skills para se aprender com todos os heróis do jogo.

God Wars: Future Past é altamente recomendável para aqueles que amam uma estratégia e que estavam orfãos de jogos do gênero por turno, podendo dedicar assim muitas horas no desenvolvimento de seus personagens durante a história do jogo, que possui uma boa duração nível crescente de dificuldade.

God Wars: Future Past

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WordPress Lightbox Plugin
Pular para a barra de ferramentas