Bad Apple Wars – Review

Bad Apple Wars é uma visual novel produzida pela Aksys Games, possui seu gênero classificado como aventura e romance e teve lançamento no final de outubro de 2017. O jogo originalmente japonês possui a opção de áudio em inglês, sendo possível também jogar com legendas em inglês e áudio original. O game esta disponível para Playstation Vita.

Na história a protagonista Rinka sofre um acidente de carro quando esta a caminho de sua nova escola para o primeiro dia de aula. Quando ela recobra a consciência ela esta em um lugar pós morte, em uma escola estranha sob um céu vermelho. Ela acaba descobrindo que este local é a Academia NEVAEH, e que qualquer aluno que se comportar e seguir as regras poderá se formar e começar sua vida novamente. Depois de ser encaminha a cerimônia de abertura da escola, pelo estranho diretor que possui uma enorme cabeça de coelho, de repente uma guerra explode no auditório. As Bad Apples aparecem, um grupo de estudantes delinquentes que se opõem as regras da academia, e mostram a Rinka uma nova visão da academia que ela se vê obrigada a frequentar.

Logo após a introdução da história do jogo, temos a opção de escolher ser uma “Bad” ou “Good” apple e isso irá decidir que rota iremos tomar. Este jogo é diferente de muitas visual novels, pois não possui opções de escolhas a todo momento para guiar a história. Ele possui um sistema de mapas e um sistema de toque. Nos mapas escolhemos um local e isso irá fazer traçarmos um curso para a história. E no sistema de toque, nos momentos que estamos interagindo com algum personagem, devemos tocar em determinadas partes do corpo dele para assim ativar as suas memórias do passado. Não que este sistema seja ruim, pois ele é bem interessante principalmente na opção de toque, mas acho que ele tornou o jogo menos profundo e participativo na minha opinião.

A arte do jogo é muito bonita e bem feita, tanto para o design de personagens quanto para os fundos que também são bons. A animação que deixa um pouco a desejar, pois fica estável por muito tempo, não possuindo muitas mudanças de expressões e movimentações corporais. Outro triste ponto é que há vários diálogos com personagens que nem se quer são ilustrados. Então muitas vezes vemos Rinka tendo conversas com amigos sem rosto, que nunca aparecem na tela.

Os sons e músicas do jogo são ótimos. A abertura de Bad Apple Wars é muito boa e te deixa com vontade de saber mais sobre o jogo, além da música ser totalmente viciante. Além disso, as músicas de inserção do jogo são muito bem produzidas e passam a emoção do que esta acontecendo no momento.

Bad Apple Wars possui rotas realmente interessantes, mas infelizmente existem algumas que não são tão boas. Os roteiristas mostraram claramente ter preferencia por alguns personagens específicos, pois claramente alguns caminhos foram melhor trabalhados e bem escritos comparado a outros. Sobre a personagem principal Rinka, vale comentar que na maior parte do tempo ela é um pouco irritante, independentemente da rota, pois ela esta sempre duvidando de si mesma ou confundida as situações. Sendo que existe rotas onde sua personalidade é melhor trabalhada.

No geral, este é um jogo bastante bom com o design bonito e um ótimo áudio, mas suas histórias podem ser em vários momentos confusas e em algumas rotas decepcionantes. Além de existir poucas opções de interação, sendo você em quase todo o jogo apenas um leitor da história.

Pontos positivos
  • Arte bonita
  • Ótimo áudio
  • Interação com o jogo diferente do usual
Pontos negativos
  • Pouca interação com a história
  • Algumas rotas pouco desenvolvidas

Curtam a página do Akiba’Spot no Facebook

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WordPress Lightbox Plugin
Pular para a barra de ferramentas