Análise – Ys VIII – Lacrimosa of Dana

Nova aventura de Adol Christin mantém a qualidade dos combates e música característicos da série Ys, mas dá um passo além no que diz respeito a história.

A Nihon Falcom é uma das mais importantes devs de jrpgs, com séries como The Legend of Heroes, Xanadu e, é claro, Ys. Enquanto todas têm como característica comum trilhas sonoras cativantes, os games divergem em suas mecânicas. The Legend of Heroes, por exemplo, traz combates de turno. Já a série Ys é focada em combates rápidos e intensos.

Ys VIII – Lacrimosa of Dana, disponível para PS4, PS Vita e Steam, mantém a essência fundamental da série, mas dá um passo além naquilo que provavelmente era seu ponto fraco: o enredo. Não que os games anteriores fossem fracos neste quesito. Acontece que Ys VIII finalmente entrega uma história a altura da grandeza do game.

No papel de Adol Christin, você começa o game em uma embarcação que a caminho do seu destino é atacado por uma fera misteriosa. Na sequência Adol acorda em uma ilha isolada, cujo as lendas dizem abrigar monstros lendários, de onde dizem ninguém jamais voltou. A partir daí o protagonista deve encontrar outros passageiros e colaborar para sobreviver e então tentar deixar a ilha.

O foco nesse momento é em reunir um grupo, construir uma vila e sobreviver. Para tal, você deve explorar a ilha, encontrando novos locais e enfrentando os monstros que ali habitam. Por vezes, você é obrigado a voltar a vila para protege-la de ataques dos monstros. Em paralelo a isso, flashs contam a história de Dana, a “segunda protagonista” do game. Esses flashs seguem durante a evolução da história até que ela finalmente se junta ao grupo.

A apresentação dos personagens e dos cenários são um espetáculo à parte, e estão à altura da maravilhosa trilha sonora do game. As customizações de itens e todos aspectos táticos do game são bastante intuitivos, o que colabora para iniciantes na série e no gênero.

O principal contra (e um dos únicos, diga-se de passagem) do game diz respeito ao trabalho de tradução. Fãs mais hardcore da série logo notaram algumas falhas na tradução e fizeram um barulho tremendo nas redes sociais. A NIS A se pronunciou prontamente e refez o trabalho de tradução e dublagem, imediatamente. Praticamente refazendo tudo do zero e atualizando via patch.

Ys VIII – Lacrimosa of Dana é um dos melhores jrpgs da atualidade e sem dúvidas uma das melhores entradas da série. Deve satisfazer os fãs mais antigos e é um belo ponto de entrada para quem quer iniciar no gênero.

Pontos positivos
  • Trilha Sonora
  • Apresentação Visual
  • Combate Frenético
  • História
Pontos Negativos
  • Falta de cuidado no trabalho de localização
  • Nível de desafio mais baixo que nos Ys anteriores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.