Ajin – Review

Ajin é um anime de duas temporadas de 13 episódios cada, a primeira foi transmitida em janeiro e a segunda em outubro de 2016. É um anime classificado como horror, aventura e sobrenatural.

Os Ajins são seres humanos que não podem morrer, ou mais ou menos isso, porque eles morrem, mas depois voltam à vida. A dezessete anos atrás ocorreu a primeira aparição de um Ajin na África. Após isso começaram a ocorrer mais aparecimentos de Ajins, e o governo interessado nesta nova “espécie” de ser humano começa sua caçada para realizar experimentos neles.

Nagai Kei é um estudante colegial inteligente e esforçado, que voltando da escola é atropelado por um caminhão e acaba morrendo. Mas, após morrer volta à vida e descobre ser um Ajin. E assim, termina a vida pacifica de Nagai Kei, e inicia sua fuga das autoridades e a busca por entender melhor seus poderes.

Ajin é um anime com uma história muito autentica e inteligente. Há muito jogo de poder, estratégias de batalha e traições nesse anime. É bastante violento, com cenas de tortura e mortes consecutivas (já que quando morrem os Ajins voltam).
A animação é toda feita em CG (computação gráfica), o que é estranho no início, mas depois acostuma. E as cenas de ação são muito boas e bem feitas.

O “vilão” do anime é o que mais me surpreendeu, pois apesar de ter uma aparência de gente boa, era um lunático da pior espécie. Ele bolava cada estratégia louca que não dava para acreditar. Nagai Kei também não ficava atrás, o garoto conseguia ler as pessoas e situações que aconteciam de uma maneira que quase sempre conseguia se dar bem.

As duas temporadas do anime são muito boas mesmo, sendo que em minha opinião a primeira pode ter sido só um pouquinho melhor. É um anime que quando chega no final do episódio você já fica louco assistir o próximo.

Para quem gosta de animes com histórias inteligentes e ação esse anime é super recomendado.

Curtam a página do Akiba’spot no Facebook.

*-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WordPress Lightbox Plugin
Pular para a barra de ferramentas